sábado, 15 de março de 2008

UM NOME EM 3 TEMPOS

AnA CrisTinA CéSaR


***

Diálogo de surdos, não: amistoso no frio.
Atravanco na contramão. Suspiros no
contrafluxo. Te apresento a mulher mais discreta
do mundo: essa que não tem nenhum segredo.

***

Meu filho, não é automatismo. Juro. É jazz do
coração. É prosa que dá prêmio. Um tea for two
total., tilintitar de verdade que você seduz,
charmeur volante, pela pista, a toda. Enfie a
carapuça.
E cante.
Puro açucar branco e blue.

***

Quando entre nós só havia
uma carta certa
a correspondência
completa
o trem os trilhos
a janela aberta
uma certa paisagem
sem pedras ou
sobressaltos
meu salto alto
em equilíbrio
o copo d'água
a espera do café.

***

Um comentário:

Fenrisar disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.